top of page
  • psicologaamandaf

VOCÊ SABE O QUE É DISPAREUNIA?

O que é: A dispareunia é uma disfunção sexual que é definida como uma dor genital que ocorre antes, durante ou após a relação sexual. Ela pode afetar ambos os sexos, porém é mais comum em mulheres. O transtorno afeta a qualidade de vida da mulher, o relacionamento com a parceria e até a realização de exames ginecológicos.


O que pode causar: A dispareunia acontece tanto por fatores orgânicos como infecções (herpes genital, candidíase), infecção do trato urinário, lubrificação vaginal inadequada, radioterapia/quimioterapia, doenças autoimune, como por causas psicológicas, como falta de excitação, não estar com a parceria ideal, pouca intimidade com quem está se relacionando, trauma sexual anterior, como abuso, entre outros. Podemos acrescentar fatores emocionais como baixa autoestima, estresse, depressão, ansiedade, sexualidade reprimida.


Sintomas: Dor na vulva, diminuição da lubrificação durante as relações sexuais, secura e ardor, sangramento após penetração, sintomas no trato urinário confundido muitas vezes com uma infecção urinária, entre outros.


Consequência: Quem está sofrendo de dispareunia, pode evitar as próximas relações sexuais, a fim de evitar a dor. Dessa forma pode ocasionar conflitos nos relacionamentos, bloqueio emocional que impede a mulher de ter uma performance sexual sadia de forma frequente, ocasionando conflitos consigo mesma e com a parceria. Algumas mulheres sentindo dor durante a penetração, podem criar um círculo vicioso, no qual a dor gera medo, o medo gera tensão, e este gera dor maior ainda. o medo pode levar também à evitação da situação temida, o que fará com que a mulher perca o desejo sexual ou se excite cada vez menos.


Tratamento: O tratamento é essencial para que este transtorno não se cronifique e tenha repercussões ainda maiores na qualidade de vida da mulher. Durante o processo de psicoterapia será trabalhado as origens do problema, os traumas, quando houverem, os eventos atuais e futuros. Na terapia sexual, que pode ser individual ou de casal, vamos trabalhar com educação sexual, comunicação assertiva, técnicas de conscientização corporal, desconstrução de crenças, exercícios para fazer em casa de forma individual ou em casal, entre outros.





Comments


bottom of page